Parolo q.b.

Friday, October 06, 2006

O regresso da BWIN


Ora a pedido de muitos, e não estou a exagerar regresso a este grande blog para continuar as minhas crónicas sempre incisivas sobre os assuntos mais relevantes do futebol, se o senhor caracóis pode falar todas as semanas na Sic, tambem eu tenho esse direito. Ora com 1/6 do campeonato ja cumprido da nova liga portuguesa, BWIN, não confundir com BMW, é possivel constatar que poucas diferenças existem em relação ao ano passado. Pena que a Naval tenha entrado bem na liga. Serve este post para lançar o 11 do momento. Começo pela baliza, onde podia frizar a exibição de Quim ante o Aves, mas na realidade a vedeta estava no banco de suplentes do Professor Manuel Gonçalves Gomes "www.profneca.com", Paulo Musse, guarda redes alto com postura social, personalidade forte, e podia estar aqui o dia todo a elogia-lo, tem apenas um pequeno defeito que é o de não saber defender, mas consegue disfarçar muito bem, Valdemar Duarte durante o jogo contra o Sporting elogiou o brasileiro vezes sem conta. Do Estrela de Dauto Faquirá (no fecho desta edição ainda era o treinador do Estrela) temos na direita Rui Duarte, classe elegância e goleador, pena ser na baliza errada. No meio Litos pode ser chamado a este 11, depois do meu post sobre Andrade em que eu sempre apoiado em fontes seguríssimas garantia ser ele o detentor do melhor rácio violência/tempo de jogo, Litos passou das palavras aos actos e parece que este ano se prepara bater todos os recordes. William do Aves foi um jogador que eu gostei muito nestas jornadas, pendular, certeiro, eficaz, tenaz, audaz, capaz, mordaz, sagaz, perspicaz, um verdadeiro capataz juntamente com Alcaraz no centro da defesa. William é o central que usa os pés, as mãos, os braços, pena só usar a cabeça para maltratar os adversários e por vezes a bola. Alcaraz entra para este 11 graças á sua rapidez de processos, denotado no estádio do Dragão onde Andersson ganhou mais de 10 metros de avanço em apenas 5 metros de terreno, uma expulsão injusta, pois Andersson não tinha nenhum companheiro em situação perigosa. Na esquerda Ezequias, contra o Braga mostrou ser um jogador util, Carvalhal que o diga, ou mesmo Maciel, Ezequias pode ser considerado o Armando Sá da esquerda, ora como Sá era o Roberto Carlos da direita e se A=B e B=C logo A=C, o Porto tem um jovem Roberto Carlos em campo. Lucho é o elemento do meio campo que se segue, esta época tem estado em grande plano, não falo no golo ante Estrela em que qualquer um o fazia, mas falo nos restantes jogos, Lento....perdão Lucho tem deixado perfume em todas as partidas, juntamente com Vitor Manuel, um histórico do futebol português, este icone é a nova referência das Aves onde a sua loja de perfumaria tem sido um sucesso, dentro do campo Vitor Manuel é lento porém correm boatos que ja faz os 100 metros do campo em menos de 90 minutos. O criativo desta equipa é Pinheiro, Jorge Jesus foi obrigado a lançar este astro ante o Boavista na tentativa de virar o jogo, e de usufruir do poder de fogo deste homem, pena é que Pinheiro esta em vias de extinção e usar fogo pode destruir a espécie. Na frente Dady mostrou qualidades, um avançado corpulento mas pronto, o ser humano não pode ser perfeito e no caso de Dady a técnica ficou em casa. Roma é a sua muleta de luxo, um jogador com 27 anos que ja jogou em 11 clubes é porque só pode ser um grande jogador. Fica o gráfico com a equipa.....HASTA

2 Comments:

  • Só tem uma coisa errada nesta matéria: Paulo Musse é um excelente goleiro! E só pode falar algo sobre a carreira dela alguém que a acompanha por de 15 anos. É um goleiro seguro, um profissional responsável e a cada dia que passa arrasa a cada defesa que faz!

    By Blogger Deborah, at 5:55 PM  

  • Corrigindo: por mais de 15 anos.

    By Blogger Deborah, at 10:33 PM  

Post a Comment

<< Home